Tintin na telona e outros causos

27/01/2009

tintin1Antes tarde, do que mais tarde cá estou outra vez para trazer a todos mais do mesmo: cultura pop enlatada e notícias diversas sobre um universo mais diverso ainda! Bom, vamos ao que interessa.

Desde o começo do ano passado pairam rumores sobre a transposição da história em quadrinhos Tintin para o cinema. Brigas moneycinematográficas para cá, brigas moneycinematográficas para lá, ficou acertado que quem irá filmar as aventuras do personagem criado pelo desenhista belga Hergé será o rei dos efeitos especiais E.T-Jurassic-Park-algum-fime-sério-no-meio-Spielberg em conjunto com o responsável pela transposição da obra de Tolkien para o cinema,  Peter Jackson.

73067311AG101_Berlinale_GolRá, mas não é isso o que interessa. Ao menos não a esse post. O COWABANGA! vem por meio deste comunicar que além dos diretores, o pessoal de Holywood fechou também os atores principais do filme. O papel do repórter magricelo, com uma queda pelo imperialismo e expert em confusões (e viva a  sessão da Tarde) ficou com, ta ta ta,  o também magricelo Jamie Bell. Mais conhecido por ter protagonizado o  filme Billy Elliot (2000), Bell será acompanhado pelo James Bond loiro, Daniel Craig, que interpretará o vilão Rackham, o Terrível e por Andy Serkis, o Gollum de O Senhor dos Anéis.

A primeira aventura do jovem Tintin em 3D, que em 2009 completa 80 anos, deverá se chamar  “The Adventures of Tintin: Secret of the Unicorn” (“As Aventuras de Tintin e o Segredo do Licorne”, como traduzido no quadrinho), e ainda não tem previsão de estréia.

tintin-au-pays-des-soviets* Momento almanaque. Segundo o documentário Tintin e eu **, a idéia de criar um personagem que fosse repórter veio de uma conversa de Hergé com o seu patrão, o abade Norbert Wallez, diretor do jornal direitista católico Século XX (Vingtième Siècle). Esse abade era contrário ao regime comunista, e teria incentivado Hergé à criar a história da viagem à Rússia Tintim no País dos Sovietes (1929), primeiro álbum de história em quadrinhos da série As Aventuras de Tintim –  na qual os comunistas aparecem como vilões. Parece que, depois da guerra, o abade foi preso pelos ingleses por vários anos, acusado de colaborar com o regime nazista.

milu

Agora a pergunta que não quer calar é:

E o Milu, quem vai interpretar?


** Documentário produzido em 2004 pelo dinamarquês Anders Østergaard. Tintin et moi (título original) é um filme-animação baseado em uma entrevista de quatro dias feita por Numa Sadoul com Hergé em 1971, transformada em 1975 no livro Tintin e Eu: conversando com Hergé. Abaixo, o comecinho do filme.

Post ainda não adequado as novas regras ortográficas da Língua Portuguesas. Em breve, idéias sem acento.

Anúncios